IMBA – Você conhece?
26/04/2016
Das Trilhas do Zoom para Whistler
10/05/2016

A História do Zoom Bike Park

 

 

A idéia do Zoom Bike Park surgiu devido a um grande descontentamento e tristeza em relação ao que está acontecendo com as trilhas em que utilizamos para o mountain bike por aí afora. As trilhas estão sendo deterioradas pelo uso massivo de motos e pela falta de manutenção e muitas vem sendo fechadas por empreendimentos imobiliários.

Como praticante de mountain bike, passei anos reclamando, mas como cidadão notei que não fazia nada e isto passou e me incomodar.

Em outubro de 2012 recebi um convite para montar e operar um percurso de Tirolesas em Parque chamado Pesca na Montanha, local em que no ano de 2001, minha antiga empresa de ecoturismo teve uma operação e já nesta época criamos 4 trilhas, que não somavam mais que 5 km de single tracks. Antes de aceitar o convite, conversei com um amigo, Tom Papp/Tectom quem me indicou para o Park e ele disse: Assumi lá e faz um lance pra mountain bike… O local conta com relevo e vegetação perfeitos para excelentes trilhas de Mountain Bike. Na sequencia desenterrei dois livros que havia ganho de presente de minha amiga Adriana Nascimento, os quais ela me entregou dizendo: ” Trouxe os EUA, achei muito legal e acho que você fará um bom uso deles…”.  Dois livros sobre construção e manejo e uso de trilhas, ….

Aceitei o convite e recebi a permissão da proprietária do parque, Monica Simonsen, de construir a primeira versão do Zoom Bike Park. Na época, tive um suporte da IGP Scott, o Gian visitou o local e acho que quis colocar lenha na fogueira para ver o que ia dar, já entendendo que se desse certo seria muito bom para o mountain bike, então contamos com um pontapé financeiro inicial.

Trabalhei 3 meses levantando a área, estudando os livros e fazendo pesquisas. Em fevereiro de 2012 as enxadas começaram a cantar nos bosques de pinus eliotis (árvores de corte provenientes da América do Norte) . No dia 19 de maio de 2012 foi inaugurado o Zoom Bike Park com 16 km de single tracks e com a sinalização de uma volta em estradinhas intercalando trilhas de 10 km.

O antigo Zoom Bike Park no Pesca na Montanha ficou aberto regularmente até dezembro de 2013. Entre janeiro de 2014 e março de 2015 fizemos algumas aberturas em formato de evento e resolvemos infelizmente, devido a uma série de questões,  abandonar as trilhas por lá e fazer uma nova tentativa, em um novo local.

O antigo Zoom, a primeira iniciativa do bike park


Um novo local, novas trilhas e nova paisagem para o Zoom

A possibilidade de um novo local com melhor acesso surgiu em Junho de 2014, quando a Lígia Eisenhor soube que havia desistido do antigo Zoom e me provocou, questionando, por que não realizar um novo bike park nas terra da família dela, na Fazenda Rancho Santo Antônio, onde já havia uma consolidada estrutura de receptivo turístico, como atividades de aventura, passeios a cavalo, restaurante e chalés.

http://www.aventuranorancho.com.br

Já conhecia a área, mas na sequencia da provocação, peguei uma bike e sai pela fazenda a fora e não tive dúvidas que a área tinha excelentes atributos para receber trilhas de grande qualidade.

De agosto de 2014 até abril de 2015, foram dezenas de idas à fazenda, centenas de horas de levantamento do terreno, dezenas de horas pensando em um formato comercial, levantando recursos financeiros, recrutando mão de obra, bolando o sistema de sinalização, construindo um website com a ajuda do amigo Vinícius Freire diretamente do Canadá, etc. O trabalho estava realmente árduo e resolvi trazer um reforço para a empreitada, o César Roberto, quem eu já conhecia há muito tempo e que admirava suas habilidades construtivas e criativas. Passei um tempo apresentando as técnicas de construção de trilhas e rapidamente ele se tornou um grande parceiro de roubadas no mato para criarmos o novo Zoom Bike Park. Neste período também não posso deixar de citar um grande amigo, Rodrigo Bastos, educador ao ar livre, gestor e grande estudioso de diversos assuntos foi parceiro na criação da base comercial e de marketing e para realizarmos um plano de negócios. Outra pessoa muito importante foi minha companheira de vida, a Danielle, que deu asas a este sonho que parece maluco para muitos. Ela acreditou cegamente em meu trabalho e não teve problemas em saber que poderia estar enterrando nossas economias.

Em maio de 2015, com uma equipe de enxada de 6 pessoas começamos a abrir as trilhas. Eu e o César Roberto desenhávamos bandeirando no solo e a turma vinha atrás, roçando e literalmente esculpindo a terra, seguindo nossas orientações provenientes do manual da IMBA .

Foi uma grande aventura em vários sentidos, lidar com uma equipe diversa, passar mais de 8 horas por dia no mato, comendo marmita fria com os trabalhadores, dando risadas, ficando zangado, observando macacos, aves, assistindo a vários pôr do sol, vendo trilhas surgindo harmoniosamente nos morros e muitas vezes sendo o primeiro a experimentar a sensação que a trilha proporcionava, como estavam as curvas, etc. Comandado pelo César, ao final de julho iniciamos as construções em madeira.

Nossos recursos vieram da Zoom Aventura, como costumo dizer, de onde vem o nosso arroz com feijão. Eu e o César praticamente não trabalhamos com a operação de Ecoturismo e trabalhamos tranquilos, pois a Briza Marques e toda equipe Zoom levaram com maestria nossa operação de ecoturismo no Horto Florestal, nos dando suporte e tranquilidade para focar na construção do novo Zoom Bike Park.

Em 16 de agosto de 2015 fizemos a primeira abertura, com direito a festa e rock & roll. Neste primeiro domingo tivemos a presença de 146 pessoas com suas mountain bikes, que após as primeiras voltas voltavam muito satisfeitas com a experiência nas trilhas.

Inauguramos o Zoom Bike Park com 17 trilhas, somando 24 km de single tracks, sendo que 16km construímos do zero, isto é, desenhamos no mapa, fomos ao terreno, desenhamos no solo, criando cada curva, depressão, drop, saídas d`água, etc. Além das divertidas curvas inclinadas em madeira, 4 na trilha Caracoles e 1 em “S” na Smurfs, além de diversas passarelas e uma ponte pênsil.

O Novo Zoom Bike Park no Aventura no Rancho


Daí em diante, a cada final de semana ficávamos muito confiantes e motivados. Cada feedback e ou sugestão eram anotados e discutidos entre eu e o César, muitos colocados em prática.

A proposta do Zoom Bike Park

Nossa proposta desde o início foi ser um local que proporcione amizades, diversão, aprendizado e contato com a natureza. Também ser uma plataforma para que lojas e marcas se relacionem com seus clientes por meio de ações como testes de equipamentos, encontros, apresentação de produtos, etc e assim contribuir para o desenvolvimento do Mountain Bike no Brasil.

Até então recebemos 1500 visitas, estamos na casa dos 70 sócios que contam com passe livre anual, tivemos mais de 10 grupos nos visitando e tivemos 3 eventos muito legais da marca Specialized que acreditou no potencial do espaço que criamos, inclusive trazendo nos dias 05 e 06/03/2016 Ned Overend, que pedalou conosco por 2 dias. Recebemos mountain bikers, do Mato Grosso do Sul, Belém, Fortaleza, Curitiba, Caxias do Sul, Blumenau, Rio de Janeiro, etc. e ainda visitantes de mais longe, como de Portugal, França, Austria, Canadá e EUA.

Agora estamos terminando a nossa primeira grande temporada de chuvas, que demandou um grande esforço de manutenção, neste período de verão a vegetação cresce muito rápido, estimamos ter roçado entre 2 de janeiro até meados de março, 20km de trilhas.  Tivemos que atacar uma série de problemas com barro em antigos caminhos, que estão 70% solucionados. Hoje pode-se pedalar no Zoom após 10 dias de chuva contínua e de maneira geral as trilhas por terem sido construídas com a aplicação de diversas técnicas de drenagem, secam rapidamente.

Estamos ansiosos pelo o que está por vir no Zoom Bike Park, devido a construção da uma pista de Pump Track e duas linhas de dirt jump visando o aprendizado. Também será realizado conosco uma etapa do BES – Brasil Enduro Series.

E para cada evento que vamos receber colocamos algumas metas. Para o BES, além de ter o Pump Track pronto, vamos nos esforçar para inaugurar os novos vestiários.

Estamos focados para chegar ao aniversário de 1 ano do Zoom Bike Park com uma estrutura consolidada com grande qualidade. Daí vamos respirar um pouco e vamos 1 ou 2 vezes ao ano tirando algum coelho da cartola (leia-se novas trilhas). E esperamos demais que os mountain bikers de todas as tribos se divirtam sempre em nossas trilhas.

Muito obrigado a todos que nos visitam, isto torna o Zoom Bike Park uma realidade e esperamos que este seja apenas o início desta história.

Marcio Prado